Colégio do Centeio

Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Projecto com as famílias “Uma imagem... Novas palavras” - Os Brinquedos -

No dia 5 de Abril, recebemos a mamã da Mariana na nossa sala que nos trouxe o álbum de imagens reais alusivo aos brinquedos. A mãe Rita dinamizou assim o momento de grupo da manhã, mostrando-nos um livro com algumas fotografias dos brinquedos da Mariana e dizendo-nos de que forma é que ela gosta de brincar com eles. Mas o melhor veio depois...

A Mariana apareceu com um saco enorme cheio de brinquedos, que trouxe da sua casa para partilhar com os amigos. Claro que foi uma euforia! Todos queríamos mexer nos seus brinquedos, que eram novos para nós! Brincámos muito, toda a manhã, sempre com a Mariana e a mamã Rita por perto para nos explicar como tudo funcionava.

 

 

Nas Asas da Poesia...

Na Semana do Livro escutámos pela primeira vez poesia (poemas do livro “Aquela nuvem e Outras”, de Eugénio de Andrade). Quando entrámos na bebeteca, todo o ambiente nos transportava para um mundo mágico… Pouca luz, almofadas fofinhas, um candeeiro, rádio e um cesto… A Ana explicou-nos então que não iríamos ouvir uma história, mas sim poesia… E quando o livro se abriu, as palavras começaram a soltar-se e a voar pela sala, tocando os nossos ouvidos muito leve e docemente! No final de cada leitura, o rádio acendia-se para escutarmos o mesmo poema musicado, ao mesmo tempo que as personagens ganhavam vida e forma nas mãos da Ana. Depois, vinham tocar-nos, enquanto o nosso corpo se balançava devagarinho ao ritmo da música!

Fomos todos seduzidos pela magia da poesia… Com ela, fizemos uma viajem ao mundo da nossa imaginação, povoada de terras distantes, joaninhas, flores, nuvens… Deixámo-nos assim levar e voar nas asas da poesia!

 

 

 

Visita à horta e à Quintinha

No dia 22 de Março fizemos o nosso primeiro grande passeio ao exterior do colégio. Agora que estamos mais crescidos e já andamos todos muito bem, já podemos aventurar-nos em deslocações mais longas. O primeiro desafio foi mesmo sairmos em grupo... Como ainda não estamos habituados a andar de mão dada a um amigo, a ajuda dos adultos foi uma constante! E, devagarinho, lá chegámos à horta, onde encontrámos o nosso xuxu plantado num cantinho, com mais espaço para crescer (o vaso da sala já era muito pequeno!).

 

 

 

Logo ali ao lado estava a Quintinha Pedagógica do Avô Zé e, claro, fomos todos a correr para ver os animais: coelhos, codornizes, galinhas, um galo que não parava de cantar “cocorococó”, a cabrinha (que tinha sono!) e a ovelha (que tinha fome e não parava de comer!). Estávamos deliciados a observá-los!

 

 

 

Entretanto, encontrámos também caracóis. Como todos queríamos tocar-lhes, a Ana levou-os para a sala para depois os observarmos com mais atenção. E a partir deste nosso interesse, construímos um terrário para eles morarem na nossa sala, estando nós agora a conhecer diariamente estes pequenos caracóis (como vivem, como andam, o que comem).

 

 

Brincar ao Carnaval

O Carnaval chegou com muito ritmo e muita cor! Sendo este o primeiro ano que o vivemos com mais intensidade, tudo para nós foi motivo de descoberta e de alegria! Em sala, brincámos com balões e serpentinas ao som de música brasileira típica desta época festiva – o samba. Depois, fizemos pela primeira vez colagem de papelinhos coloridos numa folha. No final da semana, o grande dia de Carnaval, onde todos viemos mascarados de casa, adultos inclusive. Fomos fadas, Noddys, Ratos Mickey, palhaços, Peter Pan, príncipes, morangos e espantalhos, transformando as nossas salas de creche em verdadeiros salões de baile! Foram essencialmente dias animados e divertidos que nos trouxeram muitas razões para brincar e sorrir!

 

 

Projecto com as famílias “Uma imagem... Novas palavras” - O Corpo Humano -

No dia 28 de Fevereiro, recebemos a primeira família na nossa sala. A mamã do Diogo trouxe-nos o álbum de imagens reais alusivo ao corpo humano.

Sentámo-nos todos no tapete e foi a mamã Sandra que dinamizou esse momento. À medida que identificávamos as imagens, apontávamos também para os nossos olhos, boca, nariz, mãos, pés... Já conhecemos bem o nosso corpo!

E para o movimentarmos, nada melhor do que uma dança alusiva ao tema. As “músicas do Panda” foram o mote para mexermos a “cabeça, ombros, joelhos e pés”! Dançámos o resto da manhã, “mexendo à frente, atrás e sem parar...”, com a ajuda da Beatriz, a mana do Diogo, que também veio participar nesta actividade familiar!

 

 

Autenticação

Social

FacebookMySpaceTwitterDiggDeliciousStumbleuponGoogle BookmarksRedditNewsvineTechnoratiLinkedinMixxRSS FeedPinterest
Pin It