Colégio do Centeio

Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Download Template Joomla 3.0 free theme.

24 de junho de 2014

Passeio à Quinta da Regaleira

 

No passado dia 2 de junho fomos passear, comemorando a aproximação do final de mais um ano letivo e também o dia da criança. 

Partimos do nosso colégio bem cedinho, rumo a Sintra, onde iríamos passar o dia a visitar a Quinta da Regaleira.

A Quinta da Regaleira constitui um dos mais surpreendentes monumentos da Serra de Sintra. Situada no termo do centro histórico da Vila, foi construída entre 1904 e 1910, no derradeiro período da monarquia.

Os domínios românticos outrora pertencentes à Viscondessa da Regaleira, foram adquiridos e ampliados pelo Dr. António Augusto Carvalho Monteiro (1848-1920) para fundar o seu lugar de eleição. (in http://www.regaleira.pt/ )

Na Quinta explorámos grutas e caminhos, recantos e palácios, vimos patos e borboletas, sentimos o fresco da serra, a água nas grutas e um cansaço imenso no final do dia, quando nos despedimos da quinta da regaleira, felizes por a termos conhecido!

   

A equipa de sala

02 de junho de 2014

Visita dos pais do Lourenço – Workshop de pizzas

 

No passado dia 30 de maio recebemos a visita dos pais do Lourenço, que decidiram vir passar uma manhã connosco e ensinar-nos alguns dos segredos da confeção das deliciosas pizzas que fazem no seu restaurante: “Anexo”! 

Desde o esticar a massa, até ao rechear a pizza com tudo o que mais gostamos, aprendemos imensas técnicas. Tivemos oportunidade de escolher os nossos ingredientes preferidos e de saborear as nossas pizzas logo de seguida, à hora do almoço.

Para que o nosso dia ficasse ainda mais doce, os pais do Lourenço ainda confecionaram uma pizza doce para nos oferecer e que boa que estava!

Foi uma manhã super diferente e muito divertida, recheada de energia e boa disposição.

Obrigado aos pais por este momento de partilha, e sempre que quiserem apareçam, pois são muito bem-vindos!

   

A equipa de sala

 



 01 de maio de 2014

Projeto: “Quanto tempo o tempo tem?”

 

O Projeto “Quanto tempo o tempo tem?” surgiu no mês de abril. Este projeto foi proposto por algumas crianças que gostavam de descobrir mais sobre as horas e a forma como passa o dia. As restantes crianças ficaram muito entusiasmadas e partiram à descoberta do tempo. 

Fizemos imensas coisas ao longo do projeto, sendo que, começámos por em grande grupo reproduzir uma pintura de Salvador Dali: “Persistência da Memória”. Fizemos também uma pintura do nosso relógio favorito e uma ficha para classificar os diferentes tipos de relógios. Os mais novos fizeram uma ficha para descobrir os intrusos. Os mais velhinhos fizeram uma ficha sobre sequência numérica e outra sobre contagem com ilustrações de relógios. Após descobrirmos os vários tipos de relógios, descobrimos que alguns deles utilizam a numeração romana, logo fomos à descoberta desta numeração, através de uma régua numérica que construímos e que faz o paralelismo entre a nossa numeração e a numeração romana e os mais velhinhos ainda fizeram uma ficha sobre a numeração romana. Fizemos ainda uma experiência sobre o dia e a noite, que nos ajudou a descobrir o porquê de ser de dia de um lado do planeta, enquanto que do outro é de noite. 

De tudo o que descobrimos, o mais importante foi o facto de percebermos como funciona um relógio e para que servem os seus ponteiros; quais os momentos mais importantes da nossa rotina; que nem todos os relógios têm números e alguns deles utilizam diferentes numerações, como é o caso da numeração romana; e que existem vários tipos de relógios.

 

    

A equipa de sala

 30 de maio de 2014

 Projeto: “As flores silvestres do nosso colégio”

 

O Projeto “Flores Silvestres do nosso colégio” surgiu no mês de maio. Este projeto foi proposto por algumas crianças que gostavam de descobrir mais sobre as flores do nosso colégio. Com a ajuda da Primavera as flores começaram a surgir e todas as crianças ficaram entusiasmadas e partiram à descoberta das flores que existem espalhadas pelo colégio. 

Fizemos imensas coisas ao longo do projeto, sendo que, começámos por em grande grupo construir um herbário; fizemos o desenho à vista das flores que recolhemos e que mais gostamos. Com recurso aos tipos de flores que descobrimos trabalhámos a matemática, sendo que os mais novos fizeram um padrão de repetição e os mais velhinhos um padrão de crescimento. Os mais velhinhos fizeram ainda uma ficha para distinguir as vogais das consoantes, com recurso ao nome das flores que descobriram. Por fim, fizemos saquinhos de cheiro com as flores aromáticas que existem no colégio. 

De tudo o que descobrimos, o mais importante foi o facto de percebermos que no nosso colégio existe uma grande variedade de flores silvestres; que existem flores aromáticas que cheiram muito bem; que existem flores comestíveis e qual a constituição de uma flor.

 

     

A equipa de sala

 

21 de abril de 2014 

Folar de Páscoa

 

Começámos a nossa semana a pensar na Páscoa e nos ovinhos de chocolate…por falar em ovinhos, descobrimos imensos pelo nosso sobreiral. Pois é, no dia 14 de abril fizemos uma caça aos ovos bem divertida e cheia de surpresas e os ovinhos estavam deliciosos. 

No dia 16 de abril, confecionámos quatro folares em conjunto com as restantes salas de pré-escolar, para nos deliciarmos ao lanche.

Começámos bem cedo a preparar a massa, pois esta, depois de bem amassada, precisa de “descansar” um bocadinho, para o fermento fazer o seu trabalho e a massa crescer! De seguida moldámos a massa, dando-lhe uma forma redonda, ligeiramente achatada. Por fim, levámos os folares para o forno, onde cozinharam durante cerca de 30 minutos e de lá saíram com um cheirinho delicioso! 

Como sabemos que vocês gostam muito dos nossos cozinhados, partilhamos aqui a nossa receita!

 

Folar da avó Bete:

Ingredientes:

-1kg de farinha;

-35g de fermento padeiro;

-100g de açúcar;

-5dl de leite;

-3 ovos;

-250g de margarina (ou banha);

-Sal; erva doce; canela qb.

 

Preparação: 

Dissolve-se o fermento em leite morno com 200g de farinha.

E guarda-se  bem tapado.

Mistura-se a restante farinha com os ovos o açúcar e o leite.

Por fim junta-se os restantes ingredientes. Amassa-se até despegar das mãos e deixa-se levedar entre 2 a 3 horas. Molda-se o folar e vai ao forno cerca de 30 min.

Bom apetite!

     

A equipa de sala

Autenticação

Social

FacebookMySpaceTwitterDiggDeliciousStumbleuponGoogle BookmarksRedditNewsvineTechnoratiLinkedinMixxRSS FeedPinterest
Pin It